Seja Bem Vindo(a)!!!!

Oi !

É bom sabermos que somos lembrados.
Portanto, quando aqui estiver expresse-se com o coração! Ele não falha!
Beijos de chocolate

UM LUGAR AMIGO... PODE CHEGAR!!!!

UM LUGAR AMIGO... PODE CHEGAR!!!!

Algumas coisas precisamos lembrar sempre... Como o abraço um abraço muito gostoso!!

segunda-feira, 19 de maio de 2008

A PERÍCIA DO INSS É UM ENGODO, UMA ILUSÃO!




Hoje fui à minha segunda perícia no INSS, sempre realizada na agência à Rua Xavier de Toledo/ São Paulo - SP.
A primeira, no dia 15.05.08, o médico “fez leitura tri dinâmica”dos laudos que levei, sendo eles:
- Neurocirurgião - pedindo mais ou menos 6 meses pois conforme os meus exames, minha artrodese não está totalmente fundida. Melhor dizendo não houve a fusão da L4 com a L5.
E que isso é a resposta para minhas constantes dores.

Psiquiatra (2) - idem com laudo de depressão e descrição de medicamentos controlados. E pedindo a avaliação tendo em vista o uso dos medicamentos.

Psiquiatra (1) Só descreveu minhas atitudes, e reações. Diagnosticou, e receitou 2 medicamentos também controlados.

(Explico: A Psiquiatra (‘1) tive que trocar. Ela pegou dengue. E justo quando eu teria que retornar para sabermos se a medicação estava devidamente ajustada, ela pediu licença do trabalho.
Não me restando outra saída que não a de buscar outro profissional. Aí entra o Psiquiatra (2)

Bom, diante de tudo isso e mais minha Tomografia (que comprovava a necessidade de afastamento, para que não houvesse prejuízo à cirurgia de artrodese, visto que a fusão não estava completa.) mais o RX completo.

O perito deu uma breve olhada no laudo do neuro... E devolveu-me os demais, sem os ter lido..... Ressalto.
Perguntou-me o que se passava comigo.
Quando comecei a contar, e ele me fez outra pergunta:
“-Você já foi encaminhada à Reabilitação?”
Eu respondi que não.
E ele... “Ah, mas já deveria ter sido encaminhada.”
Breve silêncio...
Quando então ele me diz:
“Claro que não poderia ter sido encaminhada. Porque aqui no sistema você está demitida desde 2005 (de sua atual empresa). Claro que isso é um erro do sistema, mas eu aqui não posso fazer nada. Vá ao balcão (isso indica fila, senha , espera....) e peça o C.N.I.S. e já aproveita e marca sua junta médica.. Isso agora é rapidinho!”

Sem saber o que dizer, fui até o dito balcão!
O funcionário disse que o tal do CNIS só era feito pela manhã.
Voltei à sala do Médico, e lhe dei a informação... Ele insistiu que nada poderia fazer sem esse documento.
Eu, leiga que sou, e na inocência e totalmente crédula do profissional de diante de mim se apresentava... Não poderia imaginar o que teria nesse documento que poderia servir para a perícia, para a minha avaliação, ou ainda, para a correção do erro no sistema.
Quando finalmente fui atendida no balcão, um funcionário X.... De uma educação e presteza ímpar, explicou-me que o médico só quis me enrolar.
O funcionário X, procurou no seu sistema para que ele visualizasse qual era minha situação.
Quando então ele me diz que o médico JÁ HAVIA INDEFERIDO MEU PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO, ou seja, A DECISÇÃO JÁ HAVIA SIDO TOMADA, SEM EXPLICAÇÕES, SEM AVISOS, SEM MEU CONHECIMENTO, E PIOR.... SEM UMA PERÍCIA DIGNA.

Ou seja, a primeira perícia, o médico já havia INDEFERIDO TAMBÉM, só que não me avisou. Entregou-me o papel DE INDEFERIMENTO DE MEU PEDIDO DE PRORROGAÇÃO dizendo que era só a parte burocrática. Tanto que ele já estava pedindo que eu marcasse nova perícia, já de posse do parecer do médico do trabalho da empresa em que sou funcionária. O que este o fez sem qualquer dúvida. Pois leu atentamente os laudos, perguntou-me algumas coisas, e não teve outra atitude honrada a fazer que não a de regidir o laudo com seu parecer.

PORTANTO, NENHUM DOS PERITOS FOI PROFISSIONAL SUFICIENTE E CAPAZ DE DIZER-ME COM O DEVIDO VOCABULÁRIO, QUE EU NÃO TINHA MAIS O DIREITO AO BENEFÍCIO E POR QUÊ? MESMO AMBOS CIENTES DA MINHA SITUAÇÃO - PELO MENOS ATRAVÉS DOS LAUDOS, JÁ QUE TENHO MINHAS DÚVIDAS QUANTO A CAPACIDADE DE AMBOS PARA AVALIAR OS EXAMES - TOMOGRAFIA E RX.

QUERO AQUI ESCANCARAR MINHA INDIGNAÇÃO, A HUMILHAÇÃO, MINHA INCAPACIDADE,MINHA IMPOTENCIA, MINHA INTOLERÂNCIA, MINHA BESTIFICAÇÃO, MINHA RAIVA, MINHA INOCÊNCIA BURLADA, E A AFRONTA FEITA POR UM SERVIDOR PÚBLICO A UMA CIDADÃ, QUE NADA MAIS QUERIA DO QUE AQUILO QUE ME DEVE SER CONCEDIDO POR DIREITO.
TENHO DORES, PRECISO DE TRATAMENTO, REMÉDIOS, TRATO AINDA DE DEPRESSÃO, FIBROMIALGIA. PRECISA MAIS ALGUMA COISA?
NÃO ESTOU PEDINDO ESMOLAS OU FRANDANDO ALGUÉM.
PEÇO AQUILO A QUE TENHO POR DIREITO PELOS ANOS DE CONTRIBUIÇÃO E PELA SITUAÇÃO EM QUE ME ENCONTRO.

E no final, quero ainda fazer mais uma pergunta:

O que faz um cidadão honesto nessas horas?
Porque a mais lesada sou eu. MORALMENTE, EMOCIONALMENTE, E FINANCEIRAMENTE.

Infelizmente nosso sistema jurídico, anda de muletas gastas com parcos ânimos em resolver as questões dos brasileiros.

POSSO FAZER UMA DENÚNCIA DE "DESACATO AO CIDADÃO?"

Desacatar - seg. Aurélio: "Falta de respeito devido a; desprezar; menoscabar; afrontar; vexar; profanar;......"

Fui profanada até na minha santa credibilidade nesse sistema!


Sandra S.

Um comentário:

Fe disse...

OLá Sandra... tenho tido o mesmo problema na mesma agência, pra não dizer que todos os peritos são péssimo, uma unica vez tive um atendimento digno, mas não me lembro o nome do médico.... se vc. teve alguma resposta de como proceder perante o inss entre em contato comigo por favor.... neiderr@hotmail.com....

Ocorreu um erro neste gadget