Seja Bem Vindo(a)!!!!

Oi !

É bom sabermos que somos lembrados.
Portanto, quando aqui estiver expresse-se com o coração! Ele não falha!
Beijos de chocolate

UM LUGAR AMIGO... PODE CHEGAR!!!!

UM LUGAR AMIGO... PODE CHEGAR!!!!

Algumas coisas precisamos lembrar sempre... Como o abraço um abraço muito gostoso!!

domingo, 26 de agosto de 2007

UMA ALTERNATIVA PARA O TRATAMENTO DA FBM - EM PORTUGAL!


Oi gente.. encontrei essa matéria na net... e como já havia dito, nossos patrícios, os portugueses sairam na frente!
Estão a espera da liberação para a comercialização do medicamento para tratamento da FBM.
Nos EUA ele já é comercializado... aqui .. não descobri ainda a situação desse medicamento.
Mas leiam:
medicamentos: Eli Lilly pede aprovação do Cymbalta para a fibromialgiaPublicado: sexta-feira, 24 de Agosto de 2007 - 08:00A Eli Lilly apresentou um pedido à FDA para a aprovação do antidepressivo Cymbalta (duloxetina) para o controlo da fibromialgia, uma doença ainda pouco conhecida que provoca dores e fadiga debilitantes. Os resultados de estudos demonstraram que o Cymbalta ajudou a reduzir a dor nos pacientes com esta doença, em comparação com os que receberam o placebo.No estudo que envolveu 874 pacientes com fibromialgia, com ou sem depressão, aqueles a quem foi administrado o Cymbalta apresentaram uma maior redução da intensidade da dor, após uma semana desde o início do tratamento, em comparação com aqueles que receberam o placebo. Passados três meses, os pacientes que receberam o fármaco tiveram um aumento significativo da redução da dor, em comparação com os pacientes do grupo de controlo. Em seis meses, o Cymbalta reduziu a dor crónica para metade em 33 a 36 por cento dos pacientes, em comparação com os 22 por cento que tomaram o placebo. Estes dados foram apresentados no Congresso da International MYOPAIN Society, no dia 21 de Agosto de 2007.O Cymbalta, que atingiu vendas de 1,3 mil milhões de dólares em 2006, está actualmente aprovado nos Estados Unidos para adultos com doença depressiva grave, perturbação de ansiedade generalizada, e neuropatia periférica diabética dolorosa. O fármaco pertence à família dos inibidores da recaptação da serotonina e da noradrenalina (SNRIs), que actuam em dois químicos do cérebro para atenuar a depressão. A Eli Lilly também está a investigar as possibilidades de utilizar o Cymbalta como tratamento para dor de costas e artrite.Os pacientes com fibromialgia podem ter dor crónica, confusão mental e rigidez matinal, e serem incapazes de realizar as actividades quotidianas normalmente. Esta doença afecta dois a oito por cento da população adulta dependendo dos países, e a maioria dos casos, entre 80 a 90 por cento, são diagnosticados em mulheres com idade entre os 30 e os 50 anos. Apesar de não haver estatísticas rigorosas para Portugal, estima-se que cinco a seis por cento da população sofra da doença, com predominância nas mulheres acima dos 40 anos.
Isabel Marques
Agora precisamos fazer nossa parte!

3 comentários:

Anônimo disse...

Oi, lí o comentário sobre a sindrome de estocolmo fibro e queria dar um recado a migas deste lindo blogger -a imasgem mulher guerreira é D +) minha filha encontrou um blogger de um Padre grego da Grecia mesmo e ela esta fazendo o tratamento. É incrivel mas as dores sumiram em 3 semanas. Será que é psicológico?
O endereço deste padre é:
---> carloslins.blogspot.com <---
é um tal de Avalon que envia informações. Muito legal mesmo.
Elisa Mercedes e Janaina minha filha

kellycg disse...

Queridas!!! Estou em dias terriveis da dor... diarréia e inchaço nos pés que me deixam apavorada, fora a enxaqueca... mas cá estou miga Sandra, pra dizer que aprendemos a te amar, sem mesmo te conhecer pessoalmente. Não posso fica muito por aqui hj, mas quero contribuir falando sobre este remédio... eu faço uso dele... é realmente muito bom pq nos dá a diposição pra exercicios e relaxamento mais profundo ao dormir... o complicado é o preço: em torno de 200,00...e como sempre fico na mão do inss, acabo não dando a continuidade que precisa o tratamento... nos primeiros meses ele dá muita tontura e enjôo e me impede de comer doces, isto é bom, até emagrece um pouco...rs... mas agora não tenho como comprar pq estou há 90 dias sem salario... então tomo o Mytedom (metadona), que é baratinho, mas forte como morfina, mas nem assim as dores passa... estou com a cabeça bagunçada e sem concentração... então hj é isto!!! Bjs de Nutella pra todas as queridas "guerreiras"...

kayana disse...

Oi!!!
Também sofro de fibromialgia. me lembro a primeira vez que acordei com uma dor insuportável e nunca mais parou se intensificou.
Nesta época tinha 24 anos e nem imaginava o que poderia ser.
como faço parte da grande parte dos conveniados do sus fiquei pior que rato de laboratório fazia raixo de tudo quanto é parte do corpo tomei injeçoes de corticóide, pameloe., amitrpolina, paroxitina, fluoxetina, miosam, injetei hormonios, rivotril, prozac, mirtax entre outros e hoje com 30 anos digo: - Nada simplismente nada.
Convivo com uma dor insuportável e inacreditavel de perceber que tudo se faz com muito esforço.
Mas só queria desabafar e dizer que também adquiri o cymbalta a 1 mês e que senti diferenças significativas mas, os efitos colaterais são terreveis como: vômitos, diarreia e espasmos musculares. Mas preciso viver e Vamos lá pois tenho filho de 10 anos minha unica razão de estar presente, trabalho que amo com atendimento a crianças e adolescentes com deficiencias, marido, gato, cachorro , casa e claro eu só que com dor.
QUERO VIVER SEM DOR CRÔNICA, .AS NAO POSSO DEIXAR QUE ISSO ACABE COMIGO. SEGUIR SEMPRE!!! ;*

Ocorreu um erro neste gadget